Honmon Butsuryu-Shu – Porto Alegre

“Perfeição não é fazer tudo certo é haver equilíbrio em tudo”

As críticas em relação ao Budismo de Nitirem

16 Comentários

Arigatougozaimashita,

Sou budistas a 20 anos e já passei por diferentes escolas budistas mas acabei me identificando mesmo com o Budismo de Nitiren e sou um seguidor do Sutra Lotus.

Em minhas pesquisas pela internet sempre encontro discussões relacionadas ao Budismo Nitiren e se realmento pode ser considerado Budismo. Minha resposta é obvia, mas é SIM, Budismo de Nitiren é budismo nós da Honmon Butsuryu-Shu seguimos os ensinamentos do Sutra Lotus, Nitiren Daibossatsu e do Grande Mestro Nissen Shounin.

Já vi até comparações com Igrejas Evangélicas, o que para ser sincero não me incomoda em nada por achar que cada um tem o direito de acreditar no que quiser e isso não faz de ninguém uma melhor ou pior pessoa, apenas diferente na questão de pensamento religioso.

Como existem mais de 40 (isso mesmo quarenta!) diferentes escolas que seguem os ensinamentos do Grande Mestre Nitiren Daibossatsu acaba-se misturado tudo e dizendo que todas são iguais.

Essa desinformação também é causada por algumas vertentes da escola Nitiren e por terem desavenças antigas  causadas por motivos que não vem ao caso comentarmos agora, que já foram abordados em outro Post.

Muitas pessoas fazem comentários desse tipo de por pura falta de conhecimento e por analisar pelas  linhagens que conheceram ou por comentário de ex-fiéis descontentes de algumas seita que possa seguir os ensinamentos de Nitiren.

Uma das linhagens que acaba  gerando muitos comentários é a SGI, mas isso por ela não ter ligação com nenhum Templo Budista ou com membros do clero. A SGI é uma ONG humanitária formada por leigos com diversas sedes espalhadas pelo mundo cujo o maior objetivo é aumentar seu número de fiéis e manter as atividades de sua organização em diversos paises e isso custa muito dinheiro e por esse motivo acaba tendo um comportamento de empresa, com metas, arrecadações e vendas de jornais,livros e revistas e antes que alguém me pergunte, SIM eu conheço a BSGI por dentro.

Sim, eu já fiz parte da SGI (assumo que por um curto período de tempo) e não me adaptei muito ao sistema deles, mas admito que fez parte da minha história em busca do verdadeiro budismo ou seja, aonde no meu ponto de vista eu realmente “me encontrei” o Budismo da Honmon Butsuryu-Shu.

SIM, existem vários tipos de budismo mesmo que alguns digam que não, essa realidade não mudará e até mesmo o Buddha Shakyamuni (Siddharta Gautama) exclareceu a existência de varios Budas antes e depois dele, na linhagem que sigo da Honmon Butsuryu-Shu reverenciamos o Buddha Shakyamuni  e afirmamos que o Buda Primordial é o  Buddha Primordial (Kuon no Honbutsu) e que esta energia primordial da vida incorporou-se em Sidarta Gautama, de forma mediúnica, então se quisermos, podemos considerar os termos Deus e Buda Primordial como sinônimos.

Agora se dizem que não é budismo por algumas linhagens como é o caso da BSGI e Nitiren Shoshu afirmarem que  Nichiren é o Buda Original e Sakyamuni,  Buda Histórico não vejo problema algum pois o próprio Buddha Shakiamuni disse que houveram muitos Budas antes de e que muitos ainda virão, não consigo entender porque é tão dificil aceitar que chamem Nitiren de Buda.

Agora se essas afirmações são por não usarmos em nossos altares a imagem do Buda Shakyamuni devemos lembrar que muitas outras linhagens do budismo também não a usam como por exemplo o Zen e Terra Pura, embora lembrando que algumas linhagens de Nitiren usem a imagem de Shakiamuni e outras de Nitiren e em algumas ambos.

Mas o ostentar ou não a imagem de Shakyamuni não quer dizer que somos ou não budistas, devemos lembrar que no Último Sermão de Buddha (Mahaparanibhanasutta para os Teravadas) se a Sangha (ordem) desejar, após seu falecimento, poderão alterar todos os preceitos menores. E lembramos que os preceitos maiores são os três tesouros: o Buda, o Darma e a Sanga e os menores os demais aspectos.

Mas se a polêmica se dá por venerarmos um Buddha anterior a Shakyamuni devemos lembrar que no Budismo Terra Pura é venerado um Buddha bem anterior a Shakyamuni o Buddha Darmákara

Discutir se um Budismo é Budismo ou não é como discutir sobre qul é o melhor time de futebol do Brasil num debate onde tenhamos um torcedor de cada time, não chegarems a lugar algum. Cabe a cada um estudar,refletir e ver qual é o melhor caminho a seguir.

E o mais importante SIGA OS ENSINAMENTOS DE BUDDHA e NÃO AS PESSOAS!!!!

Desculpem o longo texto e esse post foi criado apenas para tentar esclarecer algumas dúvidas que surgiram.

Qualquer dúvida é só deixar um comentário e se quiserem visitem o site da HBS onde poderam encontrar muito mais informação sobre o Budismo de Nitiren

Arigatougozaimashita!

Autor: Honmon Butsuryu-Shu

Blog para divulgação do Budismo Primordial da HBS - Honmon Butsuryu-Shu em Porto Alegre, RS - Brasil. Nosso Twitter @HBS_PortoAlegre

16 pensamentos sobre “As críticas em relação ao Budismo de Nitirem

  1. Muito legal seu texto. Me identifiquei muito com ele.

  2. Bem interessante, são bons seus argumentos.
    Mas discordo quanto ao que foi dito sobre a SGI, sobre o maior objetivo ser aumentar o número de fiéis, seu maior objetivo é o Kossen-rufu, o que está bem claro nas palestras do presidente Ikeda. Isso significa realizar a paz mundial a partir desse instante. Não sei se o senhor chegou a estudar a história de como começou a Soka Gakkai, mas quando estudei as coisas ficaram bastantes claras para mim.

    Um abraço…

    • Arigatougozaimassu,
      Olá Jack,
      Desculpe a demora para responder. O mais engraçado foi que ontem quando estava respondendo seus outros comentários, apareceu aqui em casa a Senhora Eunice que é membra da BSGI e responsável pelo bloco que eu frequentei. Conversamos sobre esse assunto e minha opinião aqui no Blog.
      Sobre o objetivo que citei no post (aumentar o número de membros) foi a impressão que sempre me deu em relação a BSGI. Uma coisa que me afastou foi o sistema de associação onde sempre é necessário cumprir metas (Chakubukus, assinaturas daoções), mas compreendo que em um sistema de associação (ONG) é necessário esse tipo de comportamento para alcançar o objetivo.
      Uma coisa é certa cada um escolhe seu caminho e sabe o que é melhor para si. Por esse motivo não critico nenhuma religião ou ramificação dentro do budismo seja ela da escola de Nitiren ou não.
      Gostei muito da sua participação aqui no Blog e espero sempre contar com a sua presença e esse tipo de conversa é muito bom para o crescimento de todos.
      Grande abraço e bom final de semana.
      Arigatougozaimassu.

  3. Ah sim, não estou te contradizendo, por favor não pense isso.
    E concordo plenamente com o trecho:
    “Discutir se um Budismo é Budismo ou não é como discutir sobre qul é o melhor time de futebol do Brasil num debate onde tenhamos um torcedor de cada time, não chegarems a lugar algum. Cabe a cada um estudar,refletir e ver qual é o melhor caminho a seguir.”

    Foi muito sábio de sua parte!

    • Arigatougozaimassu, Jack.
      Sei disso, não precisa se desculpar. Eu agradeço muito sua participação no Blog e estaremos sempre abertos ao diálogo.
      Nossa idéia principal não é tentar dizer qual vertente da Escola Nitiren é melhor que a outra e sim divulgar os ensinamentos do Sutra Lótus e do Grande Mestre Nitiren.
      E sempre que quiser participar, seja concordando ou não com nossos posts. Sinta-se a vontade!Como diz o velho ditado “É conversando que a gente se entende!”
      Grande abraço.
      Arigatougozaimassu.

  4. Bom dia!
    Eu encontrei seu blog através de uma pesquisa que fiz na Web Google.
    Bem, já fui praticante do Budismo da BSGI (há 7 anos) e tenho algumas críticas a fazer.
    Não sou mais praticante. Primeiro que eles intitulam o Budismo Nitiren como a única e verdadeira Lei que, para mim, isto significa que apenas o Budismo Nitiren é o único ensinamento correto e que devemos seguir. A questão de Deus. Há membros que não respeitam a crença “antiga” do novo membro. Certa vez – há anos – um membro tinha dito na reunião: “eu recito o daimoku, mas não deixo de crer em Deus. Ele existe pra mim”, e um membro veterano disse: “com o tempo, o senhor esquece. Esquece, sim.”. O próprio Buda Sakiamuny falou que Deus existe para quem crê nele, e que ninguém tem a capacidade de desfazer a crença do outro, nem mesmo o daimoku. Eles, os praticantes da BSGI, tem apego ao daimoku. Parece que eles não aceitam que problemas existem e que fazem parte da vida. Por exemplo: “vc está com dificuldades financeira por falta de daimoku”. E a pessoa começa a orar horas e horas para aquilo. Eles dizem que a “oração é potente”, mas porque muitos ficam horas a fio diante do Gohonzon? Ah, e em falar no Gohonzon, teve uma vez que encostei nesse suporte e uma responsável chamou a minha atenção com um tom de reprovação: “Não encoste no Gohonzon!”. E o tal do “mestre”. É mestre pra cá, é mestre pra lá. Quando quero me referir ao Daisaku Ikeda, eu, simplesmente, o chamo de Ikeda. Essa veneração com esse senhor é doentia para mim. E a busca incessante por novos membros. A paz mundial só acontece quando lutamos contra a própria mente. Isto é mais coerente e que faz sentido para mim. Não adianta vc converter uma pessoa para o Budismo ND e os membros darem exemplos comuns que vemos na sociedade, como não saber ouvir uma pessoa de outra religião. Não estender a mão para um usuário de drogas (não legais). Sério, já vi pessoas dentro da BSGI não darem a mínima para uma pessoa assim, no sentido, de acolhê-la, de dar amizade. Sinceramente, não vejo a BSGI como budismo. A paz mundial começa quando seus ouvidos, seu coração e seu diálogo estão abertos para todos, sem exceção. Um dando bons exemplos para outros.
    Eu tenho outras críticas, mas não me recordo, no momento.
    Às vezes me chamam para reunião (com intuito de me fazer voltar a praticar, não por amizade.). Eu vou, mas minha energia não sintoniza com o lugar. Algumas, poucas coisas que são faladas na reunião fazem sentido para mim.
    Não quero mais fazer parte de uma organização que não ensina a minimizar ou apagar a nossa própria ignorância. Que não ensina educar a mente, expandi-la para novos horizontes…

    Sabe, certo dia um amigo meu, praticante do Budismo Tibetano (tenho muita vontade de conhecer), me perguntou: “Como conhecer um verdadeiro buda?” Desde o dia não encontrei a resposta. Quem sabe um dia…

    Um abraço!

    • Arigatougozaimassu Juliane,
      Muito obrigado por compartilhar seu depoimento e agradeço de coração a visita.
      O fato de nos encontrar em uma busca entre tantos sites, reforça o elo.
      Vou torcer para que tenha hesito em sua busca, e se quiser saber mais sobre o Budismo Primordial (Honmon Butsuryu-Shu), será um prazer ajudar.
      Grande abraço e ótimo final de semana.

    • Olá Juliane, a pouco tempo tive contato com a BSGI. Recebi duas pessoas em casa para conversar e saber mais sobre o Budismo Nitiren. Confesso que em quase uma hora de conversa, só ouvi coisas que não me agradaram. Senti uma forte tentativa de lavagem cerebral. Tudo na BSGI se resume ao Nam Myoho Rengue Kyo. Se está mal, recite por meia hora, se quer um emprego melhor, recite por horas/dia, se quer, se quer, se quer…Para mim soou como o neopentecostalismo cristão. Idêntico. Não me deixei levar, sou muito turrão e crítico. O que mais me chamou atenção é o fato deles me dizerem que a SGI é o “verdadeiro” budismo e que somente pelo Nam Myoho Rengue Kyo podemos alcança a felicidade. Isso bastou para eu dizer: Ok pessoal, obrigado, mas tchau.

      • Exatamente, Rafael! Como muitos dizem e concordo “a SGI parece um budismo evangelizado”, porque o objetivo dela é o mesmo das igrejas evangélicas, chamar mais pessoas para frequentarem às reuniões e torná-las membros oficiais da organização. Isso não é budismo, é religião, é alienação. A SGI não tem a essência real do budismo, do desapego etc.

    • Me identifico muito com suas críticas, pois são exatamente as minhas… e vejo total sentido nelas, pois já vivenciei tudo que falou, pois também participei desta organização por muitos anos!
      O importante é ter discernimento e não deixar que apaguem sua ignorância e livre pensamento… para enfim descobrir o que é ser um verdadeiro buda!
      Estou nessa busca, e, graças, livre de fanatismos e adoração à personalidades, com uma mente mais limpa e de coração aberto!
      Sigamos assim!
      Abraços!

    • Juliane, uma resposta muito atrasada, pois já estamos em 2017. Fui praticante do Budismo de N.D por quase 10 anos. Deixei-o pelos mesmos motivos que você citou. Não vi lá nada que faça alguém encontrar a espiritualidade que se precisa. Muito comercial, recita-se o Daimoku para comprar carro, casa, fazer cirurgia plástica… Para com os necessitados, falavam: não dê dinheiro, ensine a fazer o Daimoku. Não havia nenhum clarão de compaixão nos membros. Não consegui ficar. Ainda procuro o caminho…

  5. Tem pouco tempo q estou praticando o nam myo ho reng kio no nitiren mais li alguns sites e fiquei em duvida se o budismo tem ligação com o santanismo?pq diz q a flor de lótus é um dos símbolo satânicos.

    • Arigatougozaimassu,
      Oi Fabricia, tudo bem?
      É a primeira vez que vejo alguém relacionar a Flor de Lotus com o satanismo. Posso dar apenas uma dica: procure sites confiáveis.
      Aprofunde-se na prática do Odaimoku (Namumyohourenguekyou) e estude sobre o budismo.
      Relação entre símbolos e religiões, independente de qual seja, nem sempre condizem com a verdade.
      No que eu puder ajudar, é só falar.
      Grande abraço é ótima semana.
      Arigatougozaimassu.

  6. Parabéns pelo Post… diferentes opiniões sempre contribuem para o nosso conhecimento.
    A Base do budismo é a Prática, fé e estudo… entendo que textos como este fazem com que a nossa mente “abra’ e o “estudo” seja aprimorado.

  7. Olá, boa tarde!
    Também fui praticante na BSGI por 1 ano, mas não gostei. É apenas uma seita empresarial que precisa de dinheiro e faz lavagem cerebral. Um egoísmo sem fim! Prática de daimoku para fins materiais.
    Eu gostaria muito de conhecer a prática da Honmon Butsuryu-shu. Entrei no site HBS e me interessei muito.
    Poderia me dizer como faço para encontrar membros,ou uma sede em minha cidade?
    Resido em Atibaia – SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s