Honmon Butsuryu-Shu – Porto Alegre

“Perfeição não é fazer tudo certo é haver equilíbrio em tudo”


Deixe um comentário

Discurso Religioso do Bispo Sato Nitiou (11/11/2007)


 

 

“O odaimoku é o remédio 
de excelente eficácia. 
O Sutra Lótus é a bula 
deste maravilhoso remédio”.

“Daimoku wa zekou rouyaku Hokekyou wa 
Kono myouyaku no kunougakinari” 
(Proferido no Templo Ryushoji, em 11.11.07)

O Odaimoku transmitido pelo Jyougyou Bossatsu é o mais sagrado e eficaz remédio que existe. Por isso, sempre que tivermos preces, é importante orarmos commpenetradamente. É esse o significado do verso.

Mesmo aqui no Brasil, cada caixa de remédio vem com as explicações, maneira de uso etc. É a bula. Atualmente a bula explica sobre os efeitos do remédio, modo de aplicação e a sua composição. Antigamente não era bem assim, aproveitavam para fazer propagandas e paarecerem melhores do que eram.

Todavia, por mais que as explicações sejam boas e a bula bem elaborada, não é ela que tomaremos. Quem realmente precisa do remédio, até deve seguir as instruções, mas, somente após tomar o remédio é que o efeito virá.

O odaimoku que recebemos do Jyougyou Bossatsu é o Darma que o Buda Primordial incorporou quando completou a prática de Bossatsu. Portanto, é o máximo e mais sagrado Darma que existe. E é isso que o Sutra Lótus como um todo, em específico o Honmon Happon, explica.

Em especial o Sutra Lótus, dentre mais de 84 mil ensinamentos de Buda, é o único ao qual Buda confere o adjetivo de “Verdadeiro”.

Todos os Sutras que Buda revelou antes do Sutra Lótus são meios preparatórios para conduzir à verdade. Mesmo assim, por mais maravilhoso que seja, por explicar sobre o conteúdo do Odaimoku do Jyougyou Bossatsu, ainda não passa de uma Bula. O mais importante é ingerir este maravilhoso remédio para obter o seu efeito. Isto é, orar o Namumyouhourenguekyou para receber as bênçãos.

Citação de Nissen:

“Por mais que tenha a vela, se apenas guardar e não acender continuará escuro. Mesmo recebendo o Odaimoku, se não orar, a bênção não se manifestará”.

Analogamente, algo só tem valia quando se usa, em relação ao Odaimoku, o importante é orar. A fé da Religião do Caminho Primordial na prática é isso, orar e fazer com que os outros orem também.

Isso é essencial.


2 Comentários

SUTRA LOTUS


Arigatougozaimassu,

Muitos por e-mail me perguntam aonde podem encontrar o Sutra Lotus para estudarem na internet.
 Sutra Lotus

Neste link você encontra a versão em PDF para que possa estudar, mas aconselho que compre a versão impressa para que possa ter com você.

Um grande abraço

Arigatougozaimashita.

 


Deixe um comentário

Programa Despertar Budista – PRIMEIRO de Abril 2001


Arigatougozaimassu,

Programa Despertar Budista primeiro Programa mês de Abril.

PDB- PRIMEIRO DE ABRIL

Arigatougozaimashita


Deixe um comentário

Verdadeiro, belo, bom !


Temos pensamentos, sentimentos, expressões e atos. Todos são geradores de carmas. Mas o que mais vale? Uma ação sempre vale mais. Justamente porque é o que comprova com mais eficácia. E se esse ato for uma oração, então, estará incorporando todos os aspectos geradores de carma em sua totalidade e primor. No entanto, o supra-sumo, só o encontrará quem realizar este ato tão simples.
O ser humano sempre buscou a verdade, o belo e o bom. Mas nem sempre de modo concreto. Muitas vezes se contentou com algo abstrato. O próprio conceito de verdadeiro, belo e bom, dependendo do modo de pensar também pode ser vago. Mas vale aqui conceituar no modo primordial budista. Verdade: Permanente, igual para todos. Belo: Transitório, circunstancial. Bom: Para outrem, altruísta. Normalmente através do belo e do bom buscamos a verdade, já que muitas vezes faltam parâmetros. E quanto mais durar o belo e o bom normalmente sentimos estar
mais próximo da verdade. Ao menos é a sensação que fica.
Mas a cada dia que passa parece ficar mais difícil detectar as coisas, pois tanto elas se misturam às ilusões, egos e anseios que muitas vezes sem perceber acaba-se chegando a um conceito de verdadeiro íntimo, que muitas vezes não passa de uma distração pessoal. É uma pena, pois muitas vezes a duração prolongada dessa distração pode desperdiçar uma vida, muitas vidas, e quando percebemos pode ser tarde demais. Não é buscar um sentido para vida é colocar algum em prática para se certificar da eficácia, da duração, da benevolência, da sensação. O que não podemos é ficar desiquilibrados, estagnados e perdendo tempo com sentimentos, mágoas e receios. Na busca do melhor cada dia é uma vida, pois se encontrar hoje valeu à pena ter vivido. Desde a antiguidade o mundo caminha em busca dos sentidos e rumos similares, mas dificilmente são encontrados em modo abstrato ou vago. Na verdade , são nas sutilezas, nos detalhes do desprendimento pela fé e compaixão que toda essa busca se torna ilimitada, deixa de ter fronteiras e por si só se completa. Não tem lógica dar a vida por alguém e perder a própria. Não faz sentido perdoar alguém que te ofendeu e também parece irracional orar quando tudo parece estar perdido. Mas são  justamente em atos como esses é que encontramos o verdadeiro, o bom e o belo, e tudo maravilhosamente em perfeita harmonia.

Odoshi Kyouhaku Correia – Arcebispo do Budismo Honmon Butsuryu-Shu do Brasil

www.budismo.com.br


Deixe um comentário

Jornal Primordial


Arigatougozaimashita,

Primeira edição do Jornal Primordial, uma produção dos Jovens do Templo Nikkyoji dirigido pelo Kyougyou Amaral.

Muito bom! Sempre que tiver uma nova edição postaremos no Blog

Arigatougozaimashita.

Direção: Kyougyou Amaral
Texto: Kyougyou Amaral
Imagens: Kyougyou Amaral
Edição: Kyougyou Amaral

Repórter: Hideki Iwamoto
Jornalista 1: Thaís Yumiko Yoshida
Jornalista 2: Yuudi Correia

 


1 comentário

Programa Despertar Budista – Radio Mundial


Arigatougozaimashita,

Estamos disponibilizando aqui no Blog com autorização do Odoshi Correia os programas que estão sendo veiculados na Radio Mundial.

O Programa Despertar Budista vai ao ar todas as sextas-feiras as 5:00 am horário de Brasília.

Perfil do apresentador do programa Odoshi Corrêia

Mas agora também poderá acompanhar o programa aqui no Budismo Porto Alegre – HBS

Arigatougozaimashita!

Programa Despertar Budista_04_JAN2011

Programa Despertar Budista_05_FEV2011


Deixe um comentário

Cont… Introdução ao Sutra Lotus II


No 18°capítulo, “As Virtudes da Gratidão”, Buda prega a virtude dessa satisfação e alegria. Isto é, baseado no modelo citado de Gojyuutenden Zuiki no Kudoku (A virtude da transmissão de satisfação a cinqüenta pessoas), descreve a enorme virtude que se adquire mesmo que a qüingentésima pessoa tenha a mínima satisfação prática da Fé.
No capítulo 19°, “As Virtudes dos Discípulos”, Buda prega que todos que se dedicarem à prática do Sutra Lótus serão purificados em todos seus seis sentidos.
No capitulo 20° , “O Bossatsu que Jamais Desprezou”, Buda expõe a figura do Bossatsu Fukyou como paradigma perfeito de um devoto e propagador do Sutra Lótus (que na verdade foi ele próprio em vidas passadas).
Após esclarecer como executar a expansão na era Mappou, no capitulo 21°, “A Força Divina de Buda”, o Buda Primordial faz a concessão do conteúdo total de sua iluminação, introduz toda sua iluminação dos “Três Mil Mundos Num Subitâneo Pensamento” num só Dharma, o Myoho, e o concede ao Bossatsu Jyougyou. Isto é chamado de “Concessão individual” (Beppuzoku), pois concede unicamente ao Primordial Bossatsu Jyougyou a missão de transmitir os ensinamentos na era Mappou.
No 22º e último dos Oito Capítulos do Caminho Primordial, “A Concessão”, Buda faz a Concessão Geral (Soufuzoku) do Myoho e da missão de expansão aos demais Bossatsu Primordiais e Transitórios para que, de acordo com suas forças, tempo e capacidade, escolhessem o local para expandir, seja neste mundo nos primeiros dois mil anos após o regresso de Buda ao estado primordial ou em outros mundos a seres em que já foram semeadas a causa e essência da iluminação.
Esta é, em linhas gerais, a origem do Odaimoku (Namumyohorenguekyo) que recebemos nos dias de hoje. Os ensinos dos Oito Primeiros Capítulos do Caminho Primordial do Sutra Lótus são, em suma, a fonte do Grande Dharma da salvação dos seres da era Mappou em que vivemos e do Namumyohorenguekyo, transmitido exclusivamente pelo Buda Primordial ao Bossatsu Jyougyou, para que infalivelmente chegasse até nós por intermédio dele, que renasceu como o Grande Bossatsu Nitiren Shonin.
A esse respeito, o mestre Nissen Shonin faz a seguinte citação (goshinan):
“Sem os Oito Primeiros Capítulos do Caminho Primordial
não haveria a transmissão ao Bossatsu Jyougyou; portanto, Oito
Primeiros Capítulos do Caminho Primordial e .
Namumyohorenguekyo são um só.” (Coleção do mestre Nissen vol.7 Pág, 243)
Os Oito Primeiros Capítulos do Caminho Primordial são o “Fator Originário” (Nouken no Kyousou) do Odaimoku que hoje recebemos , e o Odaimoku é o “Corpo Dharmico Originado” (Shoken no Hottai).
O Bossatsu Jyougyou, protagonista dos Oito Capítulos Honmon Happon, ordenado pelo Buda Primordial, renasceu em nossa era Mappou como um simples humano chamado Nitiren e, posteriormente, pela expansão e cumprimento de sua nobre e grande missão autenticou sua verdadeira identidade e condição de Bossatsu Jyougyou. Nitiren Shonin cita:
“Certamente, este Gohonzon, dentre os cinqüenta anos de pregação de Buda, só nos últimos oito anos e, mesmo dentre os últimos anos, somente aparece entre os oito capítulos, 15° ~ 22° ”
(Goibun Shukussatsu pág,1624)

Continue lendo: Click Aqui!


Deixe um comentário

Mais fotos do Festival Primordial


Arigatougozaimassu,

Mais fotos do Festival Primordial agradecimentos ao Kyougyou Amaral.

Esse ano foi incrível, mas com certeza teremos muito mais Festivais para podermos curtir e expandir o Dharma.

Fotos no  Flickr

Arigatougozaimassu.


Deixe um comentário

Arigatougozaimassu!


ARIGATOUGOZAIMASSU 

Usamos esta palavra de saudação, ou cumprimento, entre os fiéis da Butsuryu-Shu. Substitui os: “bom dia”, “boa tarde e” “boa noite”.

Na língua japonesa, o uso desta palavra é geralmente de agradecimento. Entretanto, por ser composta pelos ideogramas ARI (existir) e GATAI (difícil) possui, implicitamente, o significado de alguma coisa difícil.

No nosso cotidiano, tomamo-nos incapazes de valorizarmos o que temos: a saúde, a família, os amigos, a casa, a comida, o trabalho, etc. Entretanto, nada é meramente casual. Tudo tem sua causa e efeito. Os fatos não ocorrem pela nossa simples vontade de que isso aconteça e nem as pessoas se encontram onde e quando desejamos.

A nossa própria existência já é um episódio digno da mais profunda reflexão. O nascimento de um ser humano nunca é um acidente, mas, sim, é um resultado de uma meticulosa programação das leis do Universo. Sem, contudo, entrar no mérito da questão, do ponto de vista científico de um laborioso processo genético científico ou do aspecto religioso; podemos afirmar que cada nascimento só se concretiza após uma sucessão ilimitada de fatos rigorosamente ordenados. Em primeiro lugar: é necessário que seus pais tenham nascido e se encontrado. Mas para isso era preciso, também, que os pais deles (e já são quatro) tivessem nascido e se encontrado. Por sua vez, cada um desses quatro descende de outros dois pais, etc. Em outras palavras, cada um de nós tem 2 pais, 4 avós, 8 bisavós e 16 tataravôs.

Mas se retrocedermos mais uma geração, isto é, até a quinta geração, o número de avós aumenta para 256; na sexta para 65.536. Obviamente, cinco gerações apenas não constroem uma humanidade, mas o número de avós já é surpreendentemente grande. Assim, cada ser humano é resultado da existência, e do encontro entre si, de um número infinito de ancestrais em sua devida época.

Por essa razão, ao pronunciarmos ARIGATOUGOZAIMASSU, no nosso dia a dia, estamos agradecendo a oportunidade de encontrarmos um ao outro e, juntos, de praticarmos a fé religiosa. Acima de tudo, estamos manifestando a nossa profunda gratidão pela rara oportunidade que tivemos da nascer entre os seres humanos e principalmente de encontrar o Gohonzon do Odaimoku.

O mestre Nissen Shounin nos ensina a utilizar esta palavra como um hábito oral.


Deixe um comentário

Como Pronunciar as Orações da HBS


Arigatougozaimassu,

Hoje posto para vocês um link com a pronúncia correta das Orações da HBS

playermp3.swf

Arigatogozaimassu.