Honmon Butsuryu-Shu – Porto Alegre

“Perfeição não é fazer tudo certo é haver equilíbrio em tudo”


Deixe um comentário

Programa Despertar Budista – Sétimo dia vítimas tragédia Japão


Arigatougozaimassu,

Programa Despertar Budista- Orações Póstumas de Sétimo Dia das Vítimas da catástrofe do Japão.

Programa Despertar Budista

Arigatougozaimashita.


Deixe um comentário

Gohonzon (O que é?)



Algumas pessoas acreditam que, para serem religiosas, é necessário ter algo para adorar.
Existem várias explicações para o Gohonzon; mas o sentido de adoração seria a vontade de se elevar às alturas em que se acha o Buda, e de se construir um lar, ou uma sociedade, onde se reúnam somente pessoas de boa vontade como Ele.
O Ser de adoração, tomando por base o budista, nunca deve ser um animal ou muito menos um objeto, pois seria querer igualar-se a tal.

Gohonzon


A nossa doutrina tem por meta trazer o “Satori” (Iluminação) do Buda à vida cotidiana da nossa sociedade, através da compreensão e de um constante aprimoramento.
Há quem diga não haver diferença entre uma religião e outra, isto é, que todas são iguais.
Mas, na realidade, a verdade é outra. Por exemplo, quem tem o hábito de beber, escolhe a marca que lhe proporciona mais sabor e mais satisfação.
Portanto, para essa pessoa as bebidas não são iguais, mesmo que oriundas da mesma
matéria prima.
Dessa maneira, entre os religiosos existem seguidores de diversas seitas, cada um por achar que a sua é que melhores condições reúne para a própria satisfação espiritual.
Para Nitiren Shonin o Gohonzon se resume na causa, essência e semente da iluminação, ou seja, no próprio espírito do Buda  Primordial o Namumyohorenguekyo, que se desperta dentro de nós quando dedicamos orações e atos derivados dela.

Budismo Primordial


Deixe um comentário

NAMUMYOHOURENGUEKYO!


Arigatougozaimashita,

Muita gente me pergunta o que significa NAMUMYOHOURENGUEKYO!

Na interpretação literal, dentro das sete sílabas Namu-myou-hou-ren-gue-kyou, as duas sílabas “Myou-Hou” são as mais importantes.

O prefixo “Namu” representa a promessa de plena devoção ao que vem depois, ou seja, Myouhourenguekyou.

Myou” (místico,maravilhoso,inefável), significa algo que está totalmente além da nossa capacidade de compreensão e imaginação. É um adjetivo que magnífica o “Hou” (Darma), ou seja, todo o conteúdo da pregação do Sutra Lótus, o Darma como um todo é adjetivado pelo Myou. Mas, isso não significa que somos obrigados a praticar sem compreender.

“Rengue” ao pé da letra é “Flor de Lótus”. Como é sabido, a flor de lótus enraíza na lama e desabrocha uma flor tão branca que chega a representar o branco mais puro do mundo.

No caso da Flor de Lótus de um país quente como a Índia, a circunferência da flor é grande e quando desabrocha, dizem que chega a fazer um estalo. Habitar numa circunstância tão “suja” (adversa) e desabrochar um branco tão puro, representa como devemos viver nesse mundo sem desmerecê-lo ou desejar abandoná-lo. Ou seja, sem cair na tentação, resistir ao mal, sem se macular às circunstâncias e adversidades e ao mesmo tempo se fortalecendo por elas. Dessa forma podemos sim desabrochar, concretizar a iluminação e sermos felizes.

Kyou ao pé da letra significa “Linha Vertical” e está representando uma linha, uma unidade que representa a verdade e que transcende aos tempos de modo inalterável.
Kyou também significa “Sutra”, aqui em específico o Sutra Lótus, onde constam as palavras douradas de Buda que seguimos e não se alteram com o passar dos tempos.

Nós do Budismo HBS dizemos que o significado do NAMUMYOHOURENGUEKYO é causa, essência e semente da iluminação,transmitida pelo Jyougyou Bossatsu.

Arigatougozaimashita!

“Se és discípulo aja como discípulo.
Discípulo é herdar e expandir o
verdadeiro sentimento do Grande Mestre
NITIREN DAIBOSSATSU.”

Mestre Aoki

FONTE: HBS – Honmon Butsuryu-Shu